Polícia

‘Folgado’ diz para mulher que ela terá que sustentá-lo para ficar com ele

Vítima fugiu para não apanhar

Thatiana Melo Publicado em 27/11/2015, às 11h45

None
policia.jpg

Vítima fugiu para não apanhar

Ao reatar o relacionamento há quatro meses, uma mulher, de 38 anos, não imaginou que as agressões físicas e verbais voltariam a acontecer, mas na noite desta quinta-feira (26), o companheiro, de 30 anos, voltou a agredi-la verbalmente e a fazer ameaças, de acordo com o boletim de ocorrência registrado em Angélica, distante 261 quilômetros de Campo Grande.

A vítima disse aos policiais, que na noite de ontem (quinta), o autor estaria alterado e começou uma discussão, enquanto a mulher fazia o jantar, afirmando que se a vítima quisesse ficar com ele teria que sustentá-lo. Logo em seguida, o autor começou a quebrar as portas da residência, e tentou agredir a companheira.

Neste momento, a vítima fugiu para a rua para não apanhar, foi quando o autor ameaçou matar ela, os filhos e netos levando a chave da residência. A vítima disse aos policiais, que não era a primeira vez que sofria agressões por parte do companheiro, com que foi casada por 1 ano e 9 meses, separando-se e há quatro meses teria retomado o relacionamento.

Ainda de acordo com informações, a vítima teria dito que o autor a ameaçou de morte afirmando que mandaria o irmão vir do Paraguai para matá-la. Ao fazer diligências na tentativa de encontrar o autor, a polícia localizou o homem em um bar e o encaminhou para a delegacia de polícia.

Jornal Midiamax