Polícia

Exército faz pente-fino na entrada do Quartel contra militares em motos irregulares

Motociclistas civis também foram abordados em fiscalização

Wendy Tonhati Publicado em 17/06/2015, às 11h38

None
img-20150617-wa0010.jpg

Motociclistas civis também foram abordados em fiscalização

O Exército montou uma operação conjunta com a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) e a Polícia Militar na manhã desta quarta-feira (17), na Avenida Presidente Vargas, próximo do 20º R C B (20º Regimento de Cavalaria Blindado), em Campo Grande. O objetivo é verificar a situação dos militares motociclistas.

De acordo com o major Mikke, comandante da Polícia do Exército, os militares “precisam dar o exemplo” e por isso,  a meta é fiscalizar a regularidade das motocicletas e a habilitação dos motociclistas. Como no local estavam passando vários motociclistas civis, eles também acabaram sendo abordados.

Para entrar nas instalações do Exército é necessário que o veículo e o militar estejam com documentação em dia. Por conta do rigor, muitos militares que estavam com alguma irregularidade estacionavam a motocicleta nas proximidades.

As principais irregularidades identificadas foram a falta de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e a falta de documentação do veículo. Ainda não há um balanço da operação, que começou às 6h30 e durou quase duas horas.

Moto roubada

Em maio deste ano, um militar da Polícia do Exército, de 19 anos, foi preso pela Guarda Civil Municipal, por suspeita de receptação. O rapaz seguia pilotando uma motocicleta Honda Biz. Os guardas civis municipais decidiram checar a placa da motocicleta, que estava na frente da viatura, e constataram que se tratava de uma moto roubada.

Jornal Midiamax