Polícia

Estelionatário brasileiro que aplicava golpes na fronteira é preso no Paraguai

Ele foi preso em flagrante quando tentava trocar cheque furtado

Kemila Pellin Publicado em 22/11/2015, às 16h49

None
estl-660x330.jpg

Ele foi preso em flagrante quando tentava trocar cheque furtado

João Martins Mosqueira Neto, de 39 anos, suspeito de aplicar vários golpes na cidade de Ponta Porã e Pedro Juan Cabaleiro, no Paraguai, foi preso em flagrante na tarde deste sábado (21), por volta das 13 horas, durante um encontro com uma vítima, identificada apenas como R.R.M.V, de 32 anos, de quem já havia extorquido 57 milhões guaranis, aproximadamente R$ 40 mil, parte em mercadoria, no estabelecimento da vítima e parte em dinheiro.

Após o primeiro golpe, Neto tentou novo contato com a vítima, alegando ter um cheque de 22 milhões guaranis, e que precisava trocá-lo urgente. Após marcar um encontro com o estelionatário, R.R entrou em contato com os agentes da Seção de Investigação de Delitos da Policia Nacional de Pedro Juan Caballero. Os policiais tentaram acompanhar a troca do cheque pelo dinheiro, mas Neto desmarcou o primeiro encontrou, alegando que havia esquecido a carteira em casa. Ele remarcou a troca para o início da tarde, quando foi preso em flagrante.

Conforme informações do site Porã News, Neto teria atacado os comércios das duas cidades fronteiriças,  com cheques furtados, realizando compras e pegando parte do valor em dinheiro. Os golpes causaram prejuízos a diversos comerciantes. Ele tem diversas passagens por estelionato e cumpria regime semi aberto.

A com a prisão do estelionatário, a polícia espera que mais vitimas cheguem para realizar a identificação do mesmo e as denuncias pertinentes para que o mesmo desta vez possa ser levado ante a justiça.

Jornal Midiamax