Polícia

Em uma hora e meia, dois morrem por descarga elétrica em Mato Grosso do Sul

Os casos estão como morte a esclarecer

Midiamax Publicado em 13/07/2015, às 21h50

None
bombeiro.jpg

Os casos estão como morte a esclarecer

No período de 1h30 desta segunda-feira (13), a Polícia Civil de Mato Grosso do Sul registrou dois boletins de ocorrência de morte a esclarecer, a princípio causadas por descarga elétrica. Um dos casos ocorreu por volta das 11h30 de Cassilândia, a 430 quilômetros de Campo Grande.

A vítima foi identificada como Dorandir de Freitas Gouveia, de 52 anos. O homem estava em uma fazenda que fica no Km 28 da MS-306. De acordo com informações contidas no boletim de ocorrência, Dorandir estava aproximadamente a 30 quilômetros da cidade.

O local foi periciado e algumas pessoas foram chamadas para relatar o que teria ocorrido no local, porém ninguém compareceu na unidade policial da cidade de Cassilândia.

Outro caso

Por volta das 10 horas de hoje, o pintor Djalma dos Santos, de 51 anos, recebeu uma descarga elétrica quando pintava um prédio na cidade de Bataguassu, a 335 quilômetros de Campo Grande. Ele caiu de uma altura de 4 metros.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos. Testemunhas afirmam que Djalma encostou o cabo do rolo de pintura em um fio de rede elétrica e levou um choque. 

Jornal Midiamax