Em menos de 24 horas, outra tentativa execução é registrada na Capital

Crime ocorreu no Dom Antônio Barbosa
| 29/07/2015
- 22:29
Em menos de 24 horas, outra tentativa execução é registrada na Capital

Crime ocorreu no Dom Antônio Barbosa

Em menos de 24 horas, outro caso de tentativa de homicídio foi registrado em Campo Grande. Por volta das 14 horas desta quarta-feira (29), um homem foi alvo de um crime de execução no Bairro Dom Antônio Barbosa, região sudoeste da Capital.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax esteve no local e foi informada por populares, que tiveram a identificação preservada, que um homem estava sentado em uma das esquinas do bairro. “Dois rapazes se aproximaram dele e descarregaram a arma de fogo. Foram seis tiros, pelo menos dois ou três acertaram a vítima”, contam.

Em seguida, a dupla fugiu a pé do local. Os moradores disseram que ligaram para o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). “Eles demoraram muito, o rapaz ficou agonizando aí por mais de 40 minutos. O pessoal do socorro disse que o estado dele é grave e o  encaminharam para a Santa Casa”, ressaltam.

Ainda não há informações sobre a identificação da vítima. Além disso, populares frisaram que até o momento nenhuma das polícias estiveram no local, para apurar o crime.

Execução

Na tarde de quarta-feira (28), Edson Eduardo Carvalho Cordeiro, 16 anos, estava na varanda de casa, no Residencial Mário Covas, na região sul de Campo Grande, acompanhado de amigos. Em seguida, um grupo de rapazes invadiu o local e um deles descarregou a arma de fogo contra a vítima.

Um dos tiros atravessou a cabeça do jovem que chegou a ser socorrido pelo Samu. Ele foi intubado e logo depois de dar entrada na Santa Casa, não resistiu aos ferimentos.

Ainda na tarde de ontem, um adolescente de 15 anos foi apreendido pelo crime de homicídio. Ele foi encaminhado para a Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude). No imóvel onde o infrator estava, a polícia prendeu uma mulher de 21 anos, que teve o nome preservado, pelo crime de favorecimento pessoal, pois teria o ajudado a se esconder após cometer o assassinato.

Veja também

Motorista foi preso em flagrante logo após receber alta

Últimas notícias