Polícia

Em menos de 24 h, dois morrem e Bombeiros alertam sobre afogamentos

Onda de calor aumenta o número de acidentes

Mikaele Teodoro Publicado em 30/10/2015, às 13h45

None
itudo.jpg

Onda de calor aumenta o número de acidentes

Uma criança de sete anos morreu afogada em uma caixa de contenção de água, na tarde de quinta-feira (29), no Assentamento Auxiliadora, em Iguatemi, a 460 quilômetros de Campo Grande. Este é segundo caso de afogamento na cidade em apenas 24 horas.

De acordo com informações da imprensa local, o afogamento ocorreu por volta das 14 horas, quando as crianças brincavam em uma cisterna, tanque que retém água da chuva.

Moradores da região conseguiram salvar o irmão mais novo da vítima que também estava se afogando, mas a outra criança já estava sem vida quando foi encontrado.

Na quarta-feira (28), um homem morreu ao se afogar no Rio Iguatemi.

Prevenção

Com a chegada da estação mais quente do ano os casos de afogamento aumentam o que gera preocupação para o Corpo de Bombeiros que reforça algumas medidas de segurança. De acordo com o tenente Arébalo, a princopal delas é nunca deixar crianças sem a supervisão de um adulto, seja em piscinas, rios ou em brincadeiras com baldes.

Outra dica, é não confiar em equipamentos de segurança a base de ar, como boias e pneus. “Eles podem furar e a criança se afogar. Então é preciso muito cuidado como esses equipamentos”, diz.

Com os adultos, a maior preocupação é em relação co consumo de álcool antes de atividades na água. O tenente também recomenda que os banhistas evitem saltos e mergulhos em áreas desconhecidas.

Jornal Midiamax