Polícia

Eletricista com várias passagens pela polícia é preso com documento falso

 Nazar foi autuado por uso de documento falso, sem direito a fiança

Midiamax Publicado em 22/05/2015, às 11h29

None
depac_centro_-_arlindo_florentino.jpg

 Nazar foi autuado por uso de documento falso, sem direito a fiança

O eletricista José Dias Nazar, de 39 anos, foi preso com documento falso na manhã desta sexta-feira (22), por volta das 5 horas, na Rua Vasconcelos Fernandes, Bairro Amambaí, área central de Campo Grande.

Policiais do 1º BPM (Batalhão da Polícia Militar) em rondas pela região da antiga rodoviária avistaram um homem em uma motocicleta em atitude suspeita e resolveram abordá-lo. Nazar apresentou aos militares um RG (Registro Geral) em nome de Santino Colman, plastificado e com a sua foto.

Em verificação ao sistema constatou-se que Constantino tem 53 anos e pela aparência dele teria em média 30 anos. Ao ser indagado, ele confessou que tinha 39 anos e ainda revelou seu verdadeiro nome.

Nazar disse que fez a adulteração da documentação porque tem ficha criminal e queria fazer um curso no Senai. Ele foi preso e encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Ele confessou ao delegado, Bruno Urban, que cometeu um homicídio há 10 anos. Segundo o delegado, Nazar foi autuado por uso de documento falso, sem direito de fiança. A pena para o crime é de um a seis anos de prisão. O eletricista foi encaminhado ao sistema prisional.

Jornal Midiamax