Polícia

Dois pescadores são presos com 15 quilos de pacu durante a Piracema

Diante do crime ambiental, foi dada voz de prisão aos infratores por pescar em período de Piracema

Diego Alves Publicado em 23/02/2015, às 21h24

None
unnamed_2.jpg

Diante do crime ambiental, foi dada voz de prisão aos infratores por pescar em período de Piracema

Dois pescadores foram presos por pesca predatória no lago da Usina de Ilha Solteira, em Selvíria, 422 quilômetros de Campo Grande. Policiais militares ambientais de Aparecida do Taboado, fiscalizavam o lago na noite deste domingo (22), no momento em que flagraram , os infratores que haviam capturado 15 kg de pescado da espécie pacu.

Com os pescadores foram apreendidos o pescado e dois molinetes com varas. Diante do crime ambiental, foi dada voz de prisão aos infratores por pescar em período de defeso. Eles foram levados junto com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Selvíria, onde foram autuados em flagrante delito e saíram depois de pagar fiança.

Os pescadores, de 20 e 33 anos, residentes em Selvíria, responderão por crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de detenção. Eles também receberam multa administrativa no valor de R$ 840,00 cada um. O pescado foi doado à instituição filantrópica Albergue Joana D’Arc, em Aparecida do Taboado.

Jornal Midiamax