Polícia

Dois adolescentes são suspeitos de torturar e matar professor em assalto

Outro adolescente ainda é procurado e polícia não descarta a participação de um mentor do crime

Wendy Tonhati Publicado em 14/02/2015, às 14h09

None
professor_morto_nova_andradina.jpg

Outro adolescente ainda é procurado e polícia não descarta a participação de um mentor do crime

Dois adolescentes foram apreendidos por suspeita de torturar e matar um professor aposentado em Nova Andradina, a 297 quilômetros de Campo Grande. Outro adolescente ainda é procurado e a Polícia Civil não descarta a participação de um mentor do crime. A vítima foi torturada e morta com golpes de um pedaço da madeira.

De acordo com o site Nova News, a Polícia Civil foi acionada na manhã da sexta-feira (13), após o aposentado Robert Ronis Ozório Castilho, de 50 anos, ser encontrado morto, dentro da própria casa. Ele estava caído em um dos cômodos com vários ferimentos pelo corpo. Castilho tinha uma lesão na cabeça causada por pauladas, que possivelmente foi a causa da morte, e também, várias queimaduras, indicando tortura.

Vizinhos relataram aos policiais que o professor já havia registrado dois boletins de ocorrência por furto da casa, por isso, a polícia trabalhava com a hipótese de latrocínio, roubo seguido de morte. Na investigação, os policiais identificaram três participantes do crime, que seriam todos adolescentes. Dois deles foram localizados e apreendidos.

Os dois adolescentes que foram apreendidos teriam admitido o crime e confirmaram que mataram o professor para roubar os pertences. Eles relataram terem torturado o aposentado para entregar o dinheiro.

Foi roubado dinheiro, celular e os adolescentes ainda tentaram fugir no carro da vítima. Como não conseguiram conduzir o automóvel, resolveram abandonar o veículo na garagem, junto com a madeira utilizada para atingir a vítima.

A polícia tentando localizar o terceiro adolescente, que já está identificado. Os adolescentes vão responder por ato infracional análogo ao crime de roubo seguido de morte. 

Jornal Midiamax