Polícia

Detento é morto a facadas em presídio da fronteira

O crime aconteceu durante uma briga 

Midiamax Publicado em 06/08/2015, às 21h26

None
presidio.jpg

O crime aconteceu durante uma briga 

O presidiário Juan Ramón Barreto Lopes, de 35 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (6), após ser esfaqueado dentro do Presídio Regional de Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com Ponta Porã. O homem foi assassinado com vários golpes durante uma briga no estabelecimento penal.

De acordo com o site Ponta Porã Informa, a vítima, que era paraguaia, foi morto com golpes de chucho’, uma faca artesanal. Ele teve ferimentos no tórax, na cabeça e nas nádegas e chegou a ser encaminhado para o Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos.

O autor do crime não foi identificado. Segundo o diretor do presídio, horas antes do homicídio os agentes penitenciários haviam descoberto a tentativa de fuga de alguns presos.

Lopes cumpria pena desde 2004, quando foi condenado a 20 anos de reclusão por matar a mãe Saturnina López e o irmão Luciano Barteto López, com disparos de escopeta. O assassinato aconteceu depois de uma discussão em virtude de drogas e roubo de gado, crimes cometidos na cidade de Capitan Bado. 

Jornal Midiamax