Polícia

Delegacia Especializada investiga morte misteriosa de bebê de um ano na Capital

Caso ocorreu no Jardim Anache

Midiamax Publicado em 09/07/2015, às 20h00

None
depca-mj_3.jpg

Caso ocorreu no Jardim Anache

A morte de um bebê ocorrida na manhã de quarta-feira (8) foi registrada pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente) como morte a esclarecer. O corpo da criança foi levado para análise no Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). Nesta quinta-feira (9) ele já foi liberado para a família, conforme informações do titular da Depca, Paulo Sérgio Lauretto.

“A família tinha dito que foi afogamento provocado por leite, pois a criança acordou de madrugada para ser amamentada, porém às 5 horas, quando o casal acordou, o bebê já estava mole”, revelou. A criança chegou a ser levada para o posto de saúde do Nova Bahia, mas ele já estava morto.

Durante o velório da criança que aconteceu no centro comunitário do Bairro Anache, região norte, a polícia recebeu uma denúncia anônima. “Então apreendemos o corpo para análise, pois seria menos doloroso, do que fazer isso após o sepultamento, por meio da exumação, mas ele já foi devolvido para a família”, diz.

A denúncia era de que a criança poderia ter morrido por sufocamento. Outra hipótese que será investigada é o consumo de produto ilícito, uma vez que os pais confirmaram que são usuários de drogas. O bebê poderia ter ingerido sem querer o produto.

Jornal Midiamax