Polícia

Casal é preso com cocaína boliviana que seria revendida em Campo Grande

Dinheiro e munições foram apreendidos

Renata Portela Publicado em 05/11/2015, às 10h53

None
depac_piratininga-gw_1.jpg

Dinheiro e munições foram apreendidos

Gilliard Paz Gomes, de 32 anos, e Josiane Fernandes Neves, de 28 anos, foram presos em flagrante na noite de quarta-feira (4), por tráfico de drogas. Eles foram detidos na Avenida Euler de Azevedo, esquina com a Rua do Seminário, no São Francisco.

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, as equipes da Força Tática e da Agência de Inteligência do 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar) investigavam um ponto de venda de drogas na região do São Francisco. Os militares receberam denúncia anônima, via 181, de que em uma casa, na Rua Anápolis, funcionava o ponto.

Em rondas na região, a equipe policial abordou um Parati azul, placa HZD-4439 de São Paulo (SP) na Euler de Azevedo, na frente de uma conveniência. No veículo estavam Gilliard e a mulher, Josiane. Em vistorias, foram localizados um pino de cocaína, de 1,5 grama, e R$ 100 em notas trocadas. Ainda de acordo com o relato dos militares, o celular de Gilliard não parava de tocar e ele acabou assumindo que estava traficando.

Ainda conforme o registro policial, o homem vendia cada grama de cocaína por R$ 50. Os policiais acompanharam o casal até a residência, para que fosse feita vistoria. No local, onde já havia denúncias de tráfico, foram encontrados em uma gaveta, 3 porções de cocaína e outros 10 pinos, totalizando 2.990 quilos da droga. Também foram localizados uma balança de precisão e R$ 457 em notas trocadas.

Na garagem da casa, onde havia material de marcenaria, também foram localizadas munições calibre .38, .380, .25 e 9mm. Gillard confirmou que todo o material era dele, mas afirmou que não possuía arma de fogo. Ele ainda revelou aos policiais que comprava a cocaína da Bolívia, pagava R$ 6 mil por quilo e revendia por R$ 50 o grama.

O casal foi encaminhado para a Depac e autuado por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa.

Jornal Midiamax