Polícia

Carga de cocaína avaliada em R$ 105 mil que abasteceria bocas de fumo é apreendida

O carreteiro afirmou que a encomenda foi feita pelo filho que está preso

Midiamax Publicado em 28/09/2015, às 11h51

None
img-20150928-wa0021.jpg

O carreteiro afirmou que a encomenda foi feita pelo filho que está preso

César Augusto de Andrade, 53 anos, motorista, foi preso com carga de cocaína avaliada em R$ 105 mil, aproximadamente, no posto de fiscalização Guaicurus, próximo de Miranda. Ele disse que foi buscar a droga a pedido do filho que está preso.

De acordo com o delegado da Denar (Delegacia Especializada e Repressão ao Narcotráfico), João Paulo Sartori, a delegacia recebeu uma denúncia de que uma carga de droga estava vindo para a Capital em uma carreta bitrem carregada de cimento.

O veículo foi abordado e os policiais encontraram entre a carga 11 tabletes, sendo dois de cloridrato (cocaína pura) e que cada quilo está avaliado em R$ 12 mil. Também foram localizados tabletes de pasta base, avaliado em R$ 9 mil cada quilo.

O total da carga renderia R$ 105 mil. César Augusto disse para a polícia que essa é a primeira vez que se envolve com transporte de drogas e que estava fazendo a pedido do filho, Paulo de Oliveira, preso por homicídio praticado há sete anos.

O motorista disse que a encomenda foi feita em um dia que foi visitar o filho no presídio. Ainda segundo César Augusto, ele receberia R$ 300 por cada quilo de droga. O entorpecente saiu de Corumbá e seria entregue para uma mulher nas proximidades do posto de saúde do Universitário.

Ainda de acordo com o delegado, a droga seria destinada a abastecer várias bocas de fumo da Capital. A apreensão foi na noite de sexta-feira (25), por volta das 21 horas.

Jornal Midiamax