Polícia

Caminhão carregado com madeira retirada de reserva indígena é apreendido

A PMA multou os três infratores em R$ 47,7 mil 

Midiamax Publicado em 27/11/2015, às 13h04

None
8f9b6668-1893-4b5d-84b7-8c6cfcaad742.jpg

A PMA multou os três infratores em R$ 47,7 mil 

Um caminhão carregado de madeira ilegal, retirada de uma reserva indígena, foi apreendido nesta quinta-feira (26) na estrada de Morraria, em Bodoquena, a 260 quilômetros de Campo Grande.

A PMA (Polícia Militar Ambiental) abordou um Fiat Uno em que o condutor ficou muito nervoso. Em seguida, um caminhão Mercedes-Benz, com duas pessoas, que transportava madeira também foi abordado.

O motorista do carro disse que estava fazendo o serviço de ‘batedor’ da carga e teria comprado a madeira protegida por lei das espécies aroeira e ipê de em uma fazenda da reserva indígena Kadiwéu.

No caminhão estavam 50 postes de madeira e 200 pranchas. Os dois veículos foram apreendidos. A PMA autuou os três infratores em R$ 15,9 mil, em um total de R$ 47,7 mil. O trio foi encaminhado com o material apreendido para a Delegacia de Polícia Civil de Bodoquena.

Os três vão responder por crime ambiental e se condenados, poderão pegar pena de um a dois anos de reclusão. A pena é agravada devido ao corte proibido da aroeira.

Jornal Midiamax