Polícia

Câmeras de segurança podem ajudar no esclarecimento da execução de vigilante

Caso ocorreu em Dourados

Midiamax Publicado em 10/07/2015, às 11h18

None
seguranca-whatsapp.jpg

Caso ocorreu em Dourados

Por volta das 21 horas de quinta-feira (9), o vigilante da empresa Suporte Segurança, Fabiano Braz Dias, de 27 anos, foi executado na área central de Dourados, cidade localizada a 225 quilômetros ao sul de Campo Grande. A Polícia Civil da região diz acreditar que as imagens das câmeras de segurança dos comércios devam ajudar no esclarecimento do caso.

De acordo com uma testemunha, a vítima estava trabalhando pelo bairro na Honda NXR 150 Bros, preta, placa ESY-8705, de Jundiaí (SP), quando percebeu a presença de dois homens em uma motocicleta que pareciam estar ‘rondando’ o local. O segurança chegou a comentar o fato com um colega.

Em seguida, o colega ouviu tiros no rumo tomado pelo segurança. Ele foi de carro até o local quando ouviu mais tiros, de repente os motociclistas passaram por ele, conforme relato registrado no boletim de ocorrência.

Na Rua Nini Mattos França quase esquina com a Rua Antônio Figueiredo, a testemunha viu a vítima caída no chão e acionou o socorro. Porém, quando as equipes chegaram, Fabiano já estava morto.

A PM (Polícia Militar), a Polícia Civil e a Perícia Criminal foram acionadas. Foram apreendidos cinco das seis cápsulas que foram disparadas contra a vítima, além de um boné vermelho. O caso foi registrado pela Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados como homicídio simples.

Jornal Midiamax