Polícia

Briga no ‘Bar do Popeye’ pode ter causado execução de motociclista

Hoje era primeiro dia de trabalho

Midiamax Publicado em 20/05/2015, às 11h28

None
img-20150520-wa0023.jpg

Hoje era primeiro dia de trabalho

Populares disseram para as equipes do 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar) do Pelotão Noroeste que Itamar Coenga, de 41 anos, teve desentendimento no ‘Bar do Popeye’, localizado no Bairro Nova Lima, região norte de Campo Grande, no fim de semana. Ele chegou a ser ameaçado quando estava no local.

A vítima estava acompanhada do cunhado e do irmão quando foi abordada por dois homens, que fizeram ameaças de morte. A motivação seria uma rixa com um terceiro, que é irmão de um dos homens que estavam no estabelecimento.

O homem, que não teve o nome divulgado, estaria armado e chegou a mostrar o revólver para a vítima dizendo que ‘iria acertar as contas’. Esses seriam os primeiros suspeitos, por isso, o nome foi preservado.

Além disso, a polícia também verifica se a morte da vítima tem relação com crimes cometidos por ele no passado, porém que já foram cumpridos na Justiça.

Vida Nova

Nesta quarta-feira (20), Itamar seguia para o trabalho. Hoje seria o primeiro dia em um serviço de servente de pedreiro. Itamar pilotava a Honda Fan, preta, placa NRK-9312, de Campo Grande (MS). Ele seguia pela Rua Coatá quando foi abordado por homens em uma motocicleta que efetuaram diversos disparos.

A vítima morreu a 100 metros da casa na qual morava com a esposa e duas filhas de 7 e 5 anos. Bombeiros estiveram por lá, mas a vítima já estava morta. A maioria dos tiros foi efetuada contra a cabeça dele, como forma de execução.

Jornal Midiamax