Polícia

Após apanhar novamente, idoso procura delegacia e diz não aguentar mais filho em casa

 caso foi registrado como lesão corporal dolosa (violência doméstica)

Diego Alves Publicado em 11/02/2015, às 01h29

None

 caso foi registrado como lesão corporal dolosa (violência doméstica)

Um idoso de 61 anos, procurou a delegacia para informar que é frequentemente agredido pelo seu filho de 35 anos, que mora em sua casa, localizada no Jardim Paranapunga  em Três Lagoas, 338 quilômetros de Campo Grande.

A vítima disse na delegacia, que mora com sua esposa e dois filhos, sendo que um deles não o ajuda em casa e ainda costuma agredi-lo com socos, chutes e empurrões. Ele conta que não sabe os motivos, já que o mesmo não usa drogas e faz uso de bebidas não muito frequente.

E, novamente, na tarde desta terça-feira (10), foi agredido com um soco em sua boca, que lhe causou lesões internas nos lábios. Ele lembra que não caiu pois estava segurando na grade do portão.  

O homem de 61 também contou que não quer mais o filho dentro de casa e deseja representar contra ele na Justiça. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa (violência doméstica), na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário da cidade.

Jornal Midiamax