Polícia

Amigo diz que deu carona sem saber para suspeito de homicídio no São Francisco

Crime aconteceu durante a noite do sábado (14), no Bairro São Francisco

Wendy Tonhati Publicado em 15/02/2015, às 15h42

None
unnamed_1.jpg

Crime aconteceu durante a noite do sábado (14), no Bairro São Francisco

Oséias Santos Araújo, que foi preso pela Polícia Militar suspeito de ajudar na fuga de Jerry Adriano Alves da Costa, de 32 anos, acusado de um homicídio na noite do sábado (14), relatou à polícia em depoimento, que deu carona para o amigo, mas que não sabia que ele cometeria um crime.

Consta no boletim de ocorrência que Jerry Adriano foi abordado conduzindo uma motocicleta Honda Strada e com ele foi encontrado um revólver calibre 38. Ele confessou o crime que vitimou Artur Alves Ferreira, de 54 anos.

O suspeito relatou que estava em um bar, quando viu a ex-companheira. Ele pediu para conversar com ela, mas a mulher se negou. Logo em seguida, ele se envolveu em uma briga no estabelecimento. Após a confusão, ele teria abandonado a motocicleta no local e retornado em um veículo Corsa. Ele contou ainda que o carro era conduzido pelo amigo e indicou onde ele morava.

Os militares foram até a casa de Oséias, que alegou que amigo chegou a casa dele com o rosto machucado e pediu uma carona para ir até onde estava a motocicleta. Oséias disse que levou Jerry Adriano até o local e o amigo fez vários disparos contra pessoas que estava na rua.  O homem disse que não sabia que o amigo cometeria um homicídio.

Na casa de Oséias foi encontrado em uma prateleira da sala duas munições calibre 22 e uma arma de fogo artesanal calibre 22. 

Jornal Midiamax