‘Amanhã eu pago’: funcionária confia em cliente e é vítima de estelionato

Ela procurou a polícia 17 dias após o crime
| 28/07/2015
- 14:58
‘Amanhã eu pago’: funcionária confia em cliente e é vítima de estelionato

Ela procurou a polícia 17 dias após o crime

Na noite de segunda-feira (27), a funcionária de um posto de combustíveis, de 25 anos, procurou a polícia para relatar um caso de . O crime foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados, a 225 quilômetros da Capital.

Segundo informações do boletim de ocorrência, no dia 10 de julho a vítima trabalhava em um posto de combustíveis, quando Giseli Cano de Andrade, de 29 anos, abasteceu e foi até o caixa pagar o valor de R$ 120. A vítima tentou passar o cartão de Giseli, mas a transação não foi autorizada.

A mulher teria dito que estava com pressa, pois precisava ir até Rio Brilhante, e afirmou que voltaria no dia seguinte para pagar. A funcionária confiou, mas a cliente não voltou ao posto. Ainda de acordo com a vítima, ela entrou em contato com a mulher por telefone, mas ela afirmou que não devia nada e que registraria um boletim de ocorrência por ameaça. Depois de 17 dias, a vítima resolveu procurar a polícia para relatar o caso de estelionato.

Veja também

Uma comerciante sofreu escoriações leves em um grave acidente entre uma caminhonete S-10 e uma...

Últimas notícias