Polícia

Agente de vigilância é flagrado furtando cliente e causa briga entre empresas

Empregado foi demitido por justa causa, mas caso deve parar nos tribunais

Midiamax Publicado em 15/06/2015, às 19h48

None
imagem.jpg

Empregado foi demitido por justa causa, mas caso deve parar nos tribunais

Um funcionário de uma empresa de segurança foi flagrado por câmeras de segurança furtando uma lanchonete, localizada no Jardim dos Estados, quando na verdade deveria proteger o local. A ação causou desentendimento entre as empresas, que agora querem levar o caso à Justiça.

Tudo começou no dia 31 de maio, um domingo. As imagens mostram que por volta das 8 horas, o segurança da lanchonete entra no local após forçar a porta e revira as gavetas. Perto do caixa, o homem pega chicletes, chocolates e um celular que pertencia à dona. No dia seguinte, a vítima foi até a delegacia registrar um boletim de ocorrência.

No registro consta apenas que além dos doces o autor levou cerveja e R$ 100. “Ele entrou aqui logo depois que o policial que dorme aqui dentro saiu, não sei se ele ficou vigiando”, conta a mulher, que não quis se identificar. Ainda segundo os proprietários, em outro cômodo que não aparece nas imagens, o suspeito furtou também R$ 12 mil, que estavam escondidos em sacos de lixo.

“O dinheiro estava escondido, no sábado, dia 30 de maio, entraram aqui também, mas o ladrão não achou. Ele ficou  5 minutos onde estava a quantia, não sei como encontrou”, afirma a proprietária. Para tentar resolver a situação amigavelmente, a mulher afirma que procurou a empresa e pediu para ser ressarcida do prejuízo, mas recebeu apenas um novo celular e R$ 100.

“Me senti humilhada, vou abrir um processo criminalmente e civelmente contra eles” defende a proprietária. Ela contou também que abriu o estabelecimento a menos de dois meses, desde então já foi furtada três vezes, mesmo com a empresa de segurança cuidando do local.

Por outro lado, a empresa acusa a comerciante de agir de má-fé. Segundo representantes da empresa, o funcionário não arrombou a porta do local, “ela já estava aberta em virtude de um roubo na noite anterior ao crime”.

Foi explicado para o Jornal Midiamax que a proprietária do estabelecimento entrou em contato com a empresa e em momento nenhum relatou sobre a falta do valor de R$ 12 mil. Dias depois ela voltou a entrar em contatos com eles, pedindo o dinheiro que foi furtado, alegando que só percebeu depois.

Outro boletim de ocorrência sobre o fato foi registrado no dia 9 de junho, desta vez pela prestadora de serviço e o funcionário apontado como autor foi demitido por justa causa. O rapaz trabalhava há oito meses na empresa e não tinha antecedentes criminais.

“Nossa cliente está agindo de má-fé e não podemos ser coniventes com isso. Nosso funcionário errou, e pagou por isso, mas ele não pegou esse dinheiro que ela fala só o que mostra no vídeo. Vamos entrar com uma ação contra ela, pois não podemos aceitar isso” afirma o representante da empresa.

Veja o vídeo:

Jornal Midiamax