Polícia

Adolescente morre eletrocutado em cerca de propriedade rural na Capital

Proprietário será indiciado por homicídio doloso. 

Midiamax Publicado em 28/03/2015, às 22h05

None
img-20150328-wa0092.jpg

Proprietário será indiciado por homicídio doloso. 

Um menino de 13 anos morreu na tarde desta sábado (28) ao encostar em uma cerca elétrica, no Bairro Vivenda do Parque. De acordo com o delegado Enilton Pires Zalla, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) do Bairro Piratininga, o menino passou pelo local ao voltar de um riacho.

Ainda de acordo com o delegado, a cerca fica em uma propriedade rural próxima ao bairro e o proprietário eletrificou a cerca para que o gado não fugisse. “É uma cerca de majeno, mas foi feita de forma rudimentar e irregular. O dono só ligou um fio de alta tensão na cerca e deixou”.

Zalla relatou ainda que não há avisos de segurança e que o proprietário assumiu o risco de matar quando instalou de forma irregular a cerca no local. Segundo o delegado, o menino passou pelo local ao ir em um riacho próximo, mas que provavelmente a cerca estava desligada.

“Quando ele estava voltando encostou na cerca e levou um choque muito grande, vindo a óbito”, ressaltou.

A Polícia Civil já identificou o proprietário e a PM (Polícia Militar) está em diligências para encontrá-lo. O homem deve ser indiciado por homicídio doloso, uma vez que assumiu o risco de matar.

Vizinhos

Os vizinhos da chácara afirmaram que este é o segundo óbito no local, em 2014 uma criança também morreu ao encostar-se à cerca. Ainda de acordo com relatos dos vizinhos, o caseiro da chácara também fugiu do local. Populares tiveram que desligar a cerca. 

Jornal Midiamax