Polícia

Homem que usava argumentos religiosos para abusar de meninas em MT é preso em MS

A Polícia Civil de São Gabriel do Oeste prendeu, nesta semana, um homem de 37 anos, suspeito de ter abusado sexualmente de pelo menos duas adolescentes no município de Lucas do Rio Verde, em Mato Grosso. O suspeito, que atuava como microempresário em Lucas do Rio Verde até março do ano passado, trabalhava em uma […]

Arquivo Publicado em 22/02/2014, às 15h24

None
1004986421.jpg

A Polícia Civil de São Gabriel do Oeste prendeu, nesta semana, um homem de 37 anos, suspeito de ter abusado sexualmente de pelo menos duas adolescentes no município de Lucas do Rio Verde, em Mato Grosso.

O suspeito, que atuava como microempresário em Lucas do Rio Verde até março do ano passado, trabalhava em uma loja de materiais para construção em São Gabriel. Através de uma página em uma rede social, a polícia confirmou a identidade do suspeito por meio de sua foto. Ele foi detido quando estava trabalhando.

O suspeito chegou a Lucas do Rio Verde na noite desta sexta-feira (21). Dois policiais estiveram em São Gabriel para buscá-lo.

O delegado de Lucas do Rio Verde, Marcelo Torhacs, explicou que as denúncias chegaram em março de 2013. Entre suas possíveis vítimas, menores de 14 anos, configurando estupro de vulnerável. “Por questões legais, não podemos revelar o nome do acusado e das vítimas, mais pelas vítimas, para expor a dignidade delas. São fatos hediondos, gravíssimos”, relatou o delegado.

Segundo o site Expresso MT, jovens eram aliciadas pelo suspeito, que usava argumentos religiosos (ele frequentava uma igreja evangélica) para assediar as vítimas e ganhar a confiança. “Mas elas disseram que o interesse dele seria outro, de cunho sexual. Pela idade delas, isso demonstra que ele tentava aliciar elas pra essas práticas. Tudo isso agora é objeto de investigação”, pontuou o delegado, informando apenas que os atos aconteciam nas casas das vítimas.

O suspeito responde também por estelionato, crime praticado quando morava em Dionísio Cerqueira (SC). (Com informações Expresso MT/ Idest)

Jornal Midiamax