Polícia

Homem procura a polícia após pedreiros não terminarem obra e sumir com caminhonete em MS

Um homem de 54 anos procurou a Polícia Civil neste sábado (22), relatando que teria contratado dois pedreiros e emprestado uma caminhonete para eles realizarem o trabalho na zona rural de Três Lagoas, a 338 km de Campo Grande. A vítima teria ido até a propriedade em que o trabalho deveria ser feito, mas não […]

Arquivo Publicado em 22/02/2014, às 21h15

None

Um homem de 54 anos procurou a Polícia Civil neste sábado (22), relatando que teria contratado dois pedreiros e emprestado uma caminhonete para eles realizarem o trabalho na zona rural de Três Lagoas, a 338 km de Campo Grande. A vítima teria ido até a propriedade em que o trabalho deveria ser feito, mas não encontrou os pedreiros, nem a caminhonete e nem a obra concluída.


O homem relatou à polícia que combinou um serviço de construção civil com dois pedreiros, identificados como Fábio e “Ceará”. Eles deveriam realizar o trabalho em uma chácara em um assentamento. Na quarta-feira (20), a vítima emprestou a caminhonete para eles irem à chácara realizar o serviço, e depois, combinaram de se encontrar no outro dia.


A vítima disse que teve compromissos e acabou não indo buscar a caminhonete no dia combinado. Neste sábado, quando ele foi à sua propriedade, imaginando que encontraria a caminhonete e o serviço pronto, ele não encontrou nem os pedreiros.


Conforme a vítima, os pedreiros chegaram a realizar alguns dos serviços, mas não concluíram, não informaram para onde iriam e não atendem as ligações. Eles teriam deixado as roupas e as ferramentas de trabalho.


O caso foi registrado como apropriação indébita na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) de Três Lagoas.

Jornal Midiamax