Em Bonito, prefeitura afasta chefe de gabinete preso e abre sindicância sobre o caso

Prefeitura de Bonito, distante 300 quilômetros de Campo Grande, emitiu nota oficial sobre o assunto. Prefeito ainda não se pronunciou sobre seu chefe de gabinete.
| 23/08/2014
- 19:46
Em Bonito, prefeitura afasta chefe de gabinete preso e abre sindicância sobre o caso

Prefeitura de Bonito, distante 300 quilômetros de Campo Grande, emitiu nota oficial sobre o assunto. Prefeito ainda não se pronunciou sobre seu chefe de gabinete.

O chefe de gabinete da Prefeitura de Bonito, Newton Cerqueira, o Berenga, foi afastado do cargo pelo prefeito, Leonel Lemos de Souza Brito, o Leleco (PTdoB). O Executivo local informou, neste sábado (23), ter instaurado sindicância para investigar suposto uso, pelo servidor, de equipamento público em um comitê eleitoral.

Berenga está preso desde sexta-feira (22). A Prefeitura de Bonito, por meio da assessoria de imprensa, confirmou hoje que o chefe de gabinete está de férias desde o dia 1º de agosto, “portanto, não exercia na data dos referidos fatos noticiados” as funções do cargo público.

Em nota, a Prefeitura de Bonito informa que o procedimento administrativo poderá, se comprovadas irregularidades, resultar na “responsabilização imediata de quem eventualmente estiver envolvido”. O afastamento de Berenga vale durante todo o tempo de trabalho da sindicância, ainda segundo informou a fonte oficial.

No comitê onde Berenga foi detido, a Polícia Civil apreendeu um computador. Peritos, conforme fontes policiais, confirmaram que o equipamento pertence à Prefeitura.

O comitê seria do candidato à reeleição e deputado estadual Márcio Fernandes (PTdoB), correligionário do prefeito. O parlamentar, neste sábado, emitiu nota negando ligação com o caso.

Veja também

Agressão aconteceu na Vila Cachoeirinha na noite deste domingo

Últimas notícias