Polícia

Desrespeito à sinalização causa mais um capotamento em Campo Grande

O desrespeito à sinalização horizontal e vertical de trânsito é disparado o motivo causador de acidentes em Campo Grande, conforme revela a Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito). Às 11h45 de hoje, o Corpo de Bombeiros teve que atender mais um acidente desta natureza.  Luiza da Silva Santana, de 58 anos, condutora do Eco […]

Arquivo Publicado em 09/04/2014, às 15h29

None
1689107497.jpg

O desrespeito à sinalização horizontal e vertical de trânsito é disparado o motivo causador de acidentes em Campo Grande, conforme revela a Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito). Às 11h45 de hoje, o Corpo de Bombeiros teve que atender mais um acidente desta natureza. 

Luiza da Silva Santana, de 58 anos, condutora do Eco Sport, placas HSX-1706, de Campo Grande (MS), seguia pela Rua Franklin Roosevelt, no sentido Avenida Fernando Correa da Costa. Ao passar pela Rua Sete de Setembro, ela não respeitou a sinalização de “Pare” e acabou se chocando com o Citroen, placas HSI-1706, que era dirigido por Maria Auxiliadora, de 40 anos, que seguia no sentido Parque dos Poderes. 
Com o impacto, o Eco Sport capotou por algumas vezes na via e atingiu mais dois veículos estacionados em frente a uma escola de inglês. No veículo, além de Luiza, havia mais uma passageira, que foi socorrida pelos bombeiros. 
A mulher, que não teve o nome divulgado, teve convulsões e foi atendida às pressas. Com isso, motorista e passageira foram levadas para o ProntMed. 
Já Maria Auxiliadora, condutora do Citroen, foi atendida pelos populares. Ela não teve ferimentos, mas estava nervosa por causa do acidente. 
Funcionários e alunos da escola de inglês informaram que os acidentes no cruzamento são constantes e que os motoristas não respeitam a sinalização. “Seria melhor colocar um semáforo, assim o povo diminui um pouco a velocidade e presta atenção  no trânsito”, falou uma funcionária do estabelecimento, que preferiu não se identificar.
Jornal Midiamax