Polícia

Polícia prende homem que matou namorado da ex-mulher em Água Clara

Policiais Civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) e da Primeira Delegacia de Polícia de Três Lagoas prenderam ontem (3), Vagnilson Rodrigues da Silva, autor de um homicídio ocorrido na mesma madrugada na cidade de Água Clara – a 193 km de Campo Grande. A prisão ocorreu após a troca de informações entre as Polícias […]

Arquivo Publicado em 04/12/2013, às 12h14

None
323248871.jpg

Policiais Civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) e da Primeira Delegacia de Polícia de Três Lagoas prenderam ontem (3), Vagnilson Rodrigues da Silva, autor de um homicídio ocorrido na mesma madrugada na cidade de Água Clara – a 193 km de Campo Grande.


A prisão ocorreu após a troca de informações entre as Polícias Civis de Água Clara e Três Lagoas, onde apuraram que o autor poderia ser localizado na capital da celulose.


Vagnilson já vinha ameaçando a vítima, que era namorado de sua ex-mulher. Assim, ao ser localizado pela Polícia, negou os fatos e alegou ter permanecido a noite toda nesta cidade, onde teria pernoitado na oficina mecânica onde trabalha.


Os investigadores desconfiaram da versão dele, pois verificaram em seu celular algumas ligações feitas durante a madrugada e constataram que ele havia ligado para um irmão e comentado ter feito uma besteira.


Vagnilson acabou confessando a prática do crime, alegando ter agido por ciúmes da ex-mulher. Ele pegou um caminhão de seu patrão sem seu consentimento e foi até a cidade de Água Clara de madrugada, onde ficou por várias horas de tocaia esperando a vítima sair para o trabalho, quando a abordou e o matou dentro de seu próprio carro. Depois desse fato ele ligou para seus familiares e fugiu para Três Lagoas, onde foi preso.


A arma usada no crime foi localizada pelo SIG e aprendida, tratando-se de um revólver calibre 32. Vagnilson Rodrigues da Silva, 40 anos, foi autuado em flagrante delito por crime de homicídio doloso e posse ilegal de arma de fogo e será encaminhado para a Cadeia Pública da Comarca de Água Clara, onde responderá pelos crimes.

Jornal Midiamax