Polícia

Jovem de Naviraí é preso acusado de aplicar golpe em Mundo Novo

Policiais militares da cidade de Mundo Novo prenderam na manhã desta terça-feira (25) Diego de Araújo Lima, de 22 anos, vulgo “Fucin” residente em Naviraí, acusado estelionato no comércio de Mundo Novo e em Naviraí. Segundo informações, há cerca de dez dias, Diego se hospedou em um hotel localizado nas proximidades do Terminal Rodoviário de […]

Arquivo Publicado em 26/06/2013, às 13h13

None
859445205.jpg

Policiais militares da cidade de Mundo Novo prenderam na manhã desta terça-feira (25) Diego de Araújo Lima, de 22 anos, vulgo “Fucin” residente em Naviraí, acusado estelionato no comércio de Mundo Novo e em Naviraí.

Segundo informações, há cerca de dez dias, Diego se hospedou em um hotel localizado nas proximidades do Terminal Rodoviário de Mundo Novo, e durante todo esse período, ele não pagou suas despesas no estabelecimento.

Pressionado pelo gerente do local, ele sempre inventava desculpas, até que na manhã de terça-feira, Diego disse ao gerente que iria até o Banco do Brasil sacar o dinheiro para quitar a dívida. Em seguida, ele disse iria se deslocar até a cidade de Guaira (PR), distante cerca de 20 quilômetros de Mundo Novo, onde tentaria vender um aparelho celular para pagar a conta. O gerente do hotel disse que iria com Diego, porem o mesmo fugiu.

O gerente acionou a policia militar que conseguiu abordar Diego em um ponto de ônibus, onde ele tentava embarcar para a cidade de Guaira. Ao ser abordado, Diego disse aos policias, que iria até a cidade de Guairá, onde tentaria aplicar mais um golpe, comprando a prestação um aparelho celular de última geração, e iria dar o mesmo como pagamento de sua divida no hotel.

Em revistas aos pertences de Diego, os policiais encontraram dois talões de cheques, emitidos em seu nome, com várias folhas já destacadas. Segundo a polícia, Diego confessou que havia utilizado as folhas de cheques pré-datados para fazer comparas em lojas de móveis na cidade de Mundo Novo, e que não havia salto no banco para a quitação de suas compras. Diego também havia dado um destes cheques sem fundos em uma loja de materiais de construção na cidade de Naviraí.

Ainda segundo a polícia, Diego estava munido de um alvará de funcionamento de microempresa e de outros documentos, e que ele objetivava abrir conta corrente em mais três agências bancárias de Mundo Novo.

Encaminhado para a Delegacia de Policia Civil de Mundo Novo, Diego foi autuado em flagrante pelo crime de estelionato.

Jornal Midiamax