Polícia

Ação conjunta entre polícias de MS e SC prende três pessoas por tentativa de estelionato

Em trabalho conjunto do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado de Santa Catarina (GAECO/SC) com o GAECO/MS, foram presos em flagrante Everton Coleraus Lodi (28), Arno Alfredo dos Santos Filho (37) e Adriano Alberton (34), que tentavam levar dois tratores agrícolas novos para o Paraguai. A ação aconteceu nesta quarta-feira (19). Segundo […]

Arquivo Publicado em 19/12/2012, às 19h37

None
1658787620.JPG

Em trabalho conjunto do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado de Santa Catarina (GAECO/SC) com o GAECO/MS, foram presos em flagrante Everton Coleraus Lodi (28), Arno Alfredo dos Santos Filho (37) e Adriano Alberton (34), que tentavam levar dois tratores agrícolas novos para o Paraguai. A ação aconteceu nesta quarta-feira (19).



Segundo as investigações, os equipamentos foram adquiridos por comprador do estado de Mato Grosso, que contratou uma empresa de frete para realizar o transporte dos tratores. A polícia descobriu, porém, que a intenção dos presos era vender os tratores para um receptador no Paraguai, e posteriormente registrar falsa ocorrência de roubo para dissimilar o crime.



Em trabalho conjunto do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Santa Catarina com o GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Mato Grosso do Sul, foram presas em flagrante nesta quarta-feira (18), Everton Coleraus Lodi (28), Arno Alfredo dos Santos Filho (37) e Adriano Alberton (34), quando tentavam levar dois tratores agrícolas novos para o território paraguaio.



Segundo as investigações, os equipamentos foram adquiridos por comprador do Estado de Mato Grosso, que contratou uma empresa de frete para realizar o transporte dos tratores. A polícia descobriu, porém, que a intenção dos presos era vender os tratores para um receptador no Paraguai, e posteriormente registrar falsa ocorrência de roubo para dissimilar o crime.



Os policiais constataram que Everton, funcionário da empresa de frete, era o motorista do caminhão Scania T124, de cor branca, com a carreta de placa IBV-4177, que transportava os dois tratores agrícolas da marca Valtra e ainda que Arno e Adriano estavam em um veículo Peugeot 307, de cor preta, placas MIL-2201, utilizado como “batedor”.



Arno Alfredo dos Santos Filho e Adriano Alberton eram foragidos da Justiça de Santa Catarina, onde teriam mandados de prisão por envolvimento em homicídio.



Os presos foram apresentados na Delegacia de Polícia de Caarapó, para as devidas providências. (Com informações da assessoria)


Jornal Midiamax