Polícia

Ação conjunta da polícia prende ex-PM que pode ter ligação com execução na Capital

O ex-PM, cabo Nelson Barbosa também já foi preso acusado pelo crime de pistolagem no estado de São Paulo

Arquivo Publicado em 07/03/2012, às 15h59

None
550848031.jpg

O ex-PM, cabo Nelson Barbosa também já foi preso acusado pelo crime de pistolagem no estado de São Paulo

O ex-policial militar, cabo Nelson Barbosa é o nome da pessoa presa na manhã desta quarta-feira (7) em uma operação conjunta da Polícia Civil e Militar, através do SIG e Cigcoe em uma casa na esquina da avenida das Bandeiras com a Manoel da Costa Lima, na Vila Piratininga.

O ex-policial pode ter envolvimento com a execução de Andrey Galileu Cunha, 31, no cruzamento da rua Rio Grande do Sul, quase esquina com a da Paz na tarde do último dia 23 de fevereiro.

O corretor de imóveis Pedro Lauro Gonçalves que estava junto com a vítima fatal em um carro Siena (HTI-0933) também foi alvejado com ao menos dois tiros e sobreviveu.

Os policias, com o total de 20 homens, arrombaram a residência e levaram uma CPU, uma sacola preta, mochila e dinheiro. No local havia uma loja, chamada Korppus Modas, que foi invadida pela polícia durante a operação. A loja é interligada com a casa.

Nelson Barbosa foi preso no dia 5 de agosto de 2004 no Guarujá (SP) acusado de ter matado o empresário Antônio Ribeiro Filho e o geólogo Nicolau Ladislau Ervin Harayi, no dia 20 de julho, em São Paulo (SP).

Na época também foram presos os policiais civis Minari Higa e Ezaquiel Leite Furtado.

O três ficaram presos no Presídio de Taubaté (SP) acusados pelo crime de pistolagem.

Xeque-mate

Andrey vítima na execução neste ano teve ligações com personalidades do cenário nacional, por envolvimento na máfia do jogo.

Em 2007, ele esteve entre os envolvidos na operação Xeque-Mate, que explorava caça-níqueis.

No ano de 2008, voltou a ser detido, mais duas vezes, uma delas em um cassino na rua Paraná, que, conforme as investigações, era de Andrey.

Jornal Midiamax