Polícia

Presos em Costa Rica ficam sem refeição depois de empresa cortar entregas

Os presos da cadeia pública de Costa Rica não receberam as refeições nesta sexta-feira, (28). A empresa responsável por entregar as marmitas no local comunicou o responsável pela administração esta manhã. O funcionário Jaimes Augusto disse ter recebido determinação do proprietário da empresa de nome Claudio para não entregar mais as refeições. Jaimes disse que […]

Arquivo Publicado em 28/01/2011, às 17h24

None

Os presos da cadeia pública de Costa Rica não receberam as refeições nesta sexta-feira, (28). A empresa responsável por entregar as marmitas no local comunicou o responsável pela administração esta manhã. O funcionário Jaimes Augusto disse ter recebido determinação do proprietário da empresa de nome Claudio para não entregar mais as refeições.

Jaimes disse que acredita ser por falta de pagamento o motivo da suspensão da entrega das marmita aos detentos. Ele informou ainda que ele mesmo está há dois meses sem receber salário.

De acordo com ele são entregues 52 refeições, chamadas de “diárias” que inclui três refeições para cada preso por dia, sendo: café da manhã, almoço e jantar. Segundo Jaimes, o Estado paga R$ 10,00 por cada diária (três refeições).

De acordo com o site Hora da Notícia, o delegado de polícia já comunicou o juiz da comarca responsável pelas execuções penais.

O proprietário da empresa Claudio, responsável pela alimentação dos presos foi procurado pela reportagem mas o telefone estava desligado.

As duas celas da delegacia estão super lotadas com mais de 30 detentos em um espaço construído para oito.

Jornal Midiamax