A Polícia Civil divulgou há pouco as imagens, que podem ajudar a identificar e localizar os autores do latrocínio, que vitimou Hildo Francis Miranda Gonzaga Vito, 21 anos, no dia 03 de julho deste ano, por volta das 6 horas. Segundo a delegada Daniela Kades, da Depac centro, a vítima teria sido abordada na Rua Rui Barbosa próximo a XV de novembro, por dois homens, que tentaram roubar uma mochila. Os autores desciam a Rui Barbosa, sentido Sete de Setembro e a vítima seguia em sentido contrário. Ao reagir ao roubo, Hildo Vito acabou sendo atingido com um golpe, “provavelmente de punhal, pois o corte tinha um centímetro de largura”, detalhou a delegada. As imagens foram registradas por câmeras de diversos estabelecimentos comerciais da região.

As imagens mostram ainda, já na rua sete de setembro, próximo a 13 de maio, o momento em que Hildo Vito caiu. Segundo a delegada, o golpe teria atingido a veia aorta e a vítima teria conseguido caminhar uma certa distância por não perceber que havia sido atingido, isso por conta da grande adrenalina. A delegada não descarta a possibilidade de que Hldo Vito pudesse conhecer as vítimas, já que trabalhava e morava no centro da cidade.

Dentro da mochila havia um par de chinelos, um talão de ticket de alimentação intacto e um pacote de biscoito. A vítima estava com a carteira de documentos e o telefone celular, nada foi levado pelos autores, mesmo assim, como a mochila estava com a alça rasgada e foi concretizado o óbito, a polícia trata o caso como latrocínio.  A delegada Daniela Kades acredita que com a divulgação das imagens seja possível localizar os autores do latrocínio. Denúncias podem ser feitas por meio dos telefones 3312-5735 ou 3312-5739