Polícia

Manifestantes morrem em conflito com policiais no Bahrein

Pelo menos três manifestantes morreram e dezenas ficaram feridos nesta quarta-feira (16) no Bahrein em uma ação policial na Praça da Pérola em Manama, informou a oposição. De acordo com Halil Marzuk, deputado do movimento xiita Al-Wefaq, as forças de segurança usaram balas reais com a “intenção deliberada de matar manifestantes”. O deputado também acusou […]

Arquivo Publicado em 16/03/2011, às 10h36

None

Pelo menos três manifestantes morreram e dezenas ficaram feridos nesta quarta-feira (16) no Bahrein em uma ação policial na Praça da Pérola em Manama, informou a oposição.


De acordo com Halil Marzuk, deputado do movimento xiita Al-Wefaq, as forças de segurança usaram balas reais com a “intenção deliberada de matar manifestantes”.


O deputado também acusou a polícia de bloquear o acesso a vários hospitais e de cercar o principal centro médico de Manama.


Ali Al-Aswad, outro deputado do Al-Wefaq, afirmou que as forças oficiais foram mobilizadas em várias localidades xiitas nos arredores de Manama, onde aconteceram confrontos.


Na manhã desta quarta-feira, centenas de policiais tomaram o controle da Praça da Pérola, após uma ação contra os manifestantes, em sua maioria xiitas.


Poucas horas depois, as forças de segurança entraram no distrito financeiro de Manama e liberaram as ruas que os manifestantes haviam bloqueado com barricadas, segundo testemunhas.


Na terça-feira, o rei Hamad Ben Isa al-Khalifa decretou estado de emergência por três meses, um dia depois da chegada de tropas do Golfo para ajudar o regime a enfrentar uma onda de protestos sem precedentes.


As autoridades do Bahrein anunciaram nesta quarta-feira o fechamento da Bolsa, das escolas e das universidades em consequência do estad de emergência.

Jornal Midiamax