Já foi transferido para Campo Grande, num avião UTI, o soldado da Polícia Militar de Corumbá, Daniel Adolfo Valdez Fushimoto, 32. Ele se acidentou durante perseguição a um suspeito por volta das 23 horas da quinta-feira, 11 de agosto, e sofreu traumatismo craniano.

O soldado Valdez e outros dois militares do 6º Batalhão faziam o patrulhamento de moto na região conhecida como Beco da Sete, quando o condutor de uma motocicleta – de cor prata e sem condições de identificação da placa – fugiu acelerando o veículo assim que avistou a equipe da PM.

Os policiais saíram em perseguição ao motoqueiro, deram ordem de parada, mas o condutor não obedeceu e continuou a fuga. Para ampliar o cerco, a equipe se dividiu e o soldado Valdez seguiu pela rua Pedro de Medeiros, no bairro Popular Velha, onde o veículo dele colidiu contra uma barreira de pedras (semelhante a lombada, mas feita possivel e rusticamente por moradores da localidade) que cruzava a via. Com o impacto, o policial militar foi lançado a uma distância aproximada de 20 metros.

Testemunhas disseram que dois homens ocupando uma motocicleta se aproximaram do policial, já acidentado, olharam para o soldado caído no chão e foram embora sem prestar socorro. Transportado pela equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) ao hospital, o policial militar sofreu lesões no rosto e couro cabeludo e teve traumatismo crânio-encefálico grave.

A interdição da rua Pedro de Medeiros usando barreira de pedras, já havia sido noticiada pelo Diário Online em 21 de junho deste ano.