Reunião define policiamento no jogo entre Santos e Naviraiense

A segurança pública do Estado vai atuar com 300 policiais militares durante a partida entre Santos e Naviraiense, que estréiam na Copa do Brasil na quarta-feira (24), às 20h50, no estádio Morenão, em Campo Grande. Uma reunião está agendada para as 9 horas de hoje (22) para definir outros detalhes do policiamento, como escolta dos […]
| 22/02/2010
- 14:39
Reunião define policiamento no jogo entre Santos e Naviraiense

A segurança pública do Estado vai atuar com 300 policiais militares durante a partida entre Santos e Naviraiense, que estréiam na Copa do Brasil na quarta-feira (24), às 20h50, no estádio Morenão, em Campo Grande. Uma reunião está agendada para as 9 horas de hoje (22) para definir outros detalhes do policiamento, como escolta dos atletas santistas e segurança nos horários de treinos. A reunião deve acontecer no portão 20 do estádio Pedro Pedrossian.

De acordo com o tenente-coronel Francisco de Assis Ovelar, comandante do 10º batalhão da Polícia Militar da Capital, o planejamento para a atuação policial durante o evento atende às normas do estatuto do torcedor.

Segundo o comandante, policiais da Companhia Independente de Polícia de Trânsito (Ciptran) devem trabalhar na orientação e fiscalização do trânsito nos arredores do estádio. Já o efetivo da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe) vai fazer a segurança dos jogadores, comissão técnica e juízes na área interna do campo de futebol.

“Os policiais também estarão nas arquibancadas, bilheterias, catracas de entrada e área externa do estádio para garantir a segurança dos 19,8 mil torcedores esperados para o evento”, afirma o comandante. Conforme Ovelar, a PM fará uma minuciosa revista nos portões de entrada para evitar que os torcedores entrem no Morenão com alguns objetos proibidos, como: bandeiras, bebidas ou garrafas”, diz.

Veja também

Após show de dupla sertaneja, pessoas lotaram os canteiros centrais e a rua

Últimas notícias