Polícia

Polícia adota sigilo em investigação sobre morte de vereador de Alcinópolis

O inquérito policial que investiga a morte do presidente da Câmara de Alcinópolis, Carlos Antônio Carneiro, está sob sigilo, segundo informações da Polícia Civil. O sigilo foi adotado pela delegada de Polícia, Rozeman Geise Rodrigues de Paula, do 1ª DP de Campo Grande, em um despacho fundamentado no artigo 20 do Código de Processo Penal. […]

Arquivo Publicado em 29/10/2010, às 13h20

None

O inquérito policial que investiga a morte do presidente da Câmara de Alcinópolis, Carlos Antônio Carneiro, está sob sigilo, segundo informações da Polícia Civil.

O sigilo foi adotado pela delegada de Polícia, Rozeman Geise Rodrigues de Paula, do 1ª DP de Campo Grande, em um despacho fundamentado no artigo 20 do Código de Processo Penal.

O artigo 20 do CPP estabelece que “a autoridade assegurará no inquérito o sigilo necessário à elucidação do fato ou exigido pelo interesse da sociedade”.

Segundo a delegada, o Inquérito Policial deverá ser relatado em dez dias.

O caso

O presidente da Câmara Municipal de Alcinópolis, Carlos Antonio Costa Carneiro (PDT), de 40 anos, foi assassinado com três tiros, por volta das 13h da terça-feira, ao lado do hotel Vale Verde, na rua Guia Lopes esquina com a avenida Afonso Pena em Campo Grande. Na ocasião, dois homens foram presos pelo crime, porém o mandante do crime ainda não foi revelado.

Jornal Midiamax