Polícia

ELEIÇÕES 2010: Serra fala de criação de Ministério da Segurança, Dilma de melhoria das polícias e investigação

A pergunta vem de uma brasileira que já foi assaltada com uma arma na cabeça. O tema: Segurança, claro. Os candidatos são perguntados sobre o que fazer. Dilma inicia afirmando que tem um compromisso com a segurança pública, e o governo federal tem que ter cooperação com os governos estaduais. Dilma diz que vai manter […]

Arquivo Publicado em 30/10/2010, às 00h44

None

A pergunta vem de uma brasileira que já foi assaltada com uma arma na cabeça. O tema: Segurança, claro. Os candidatos são perguntados sobre o que fazer.


Dilma inicia afirmando que tem um compromisso com a segurança pública, e o governo federal tem que ter cooperação com os governos estaduais. Dilma diz que vai manter e expandir o melhoramento e capacitação de policiais civis e militares.


“Sobretudo, não pode haver impunidade! Deve haver investigação”, ressalta a petista, que ainda defende as polícias comunitárias.


Serra começa falando que “a segurança, pela constituição, cabe principalmente aos estados”. O tucano aponta o problema do tráfico como primordial na segurança, sendo a causa da maioria dos problemas. Serra volta a firmar que irá criar o Ministério da Segurança.


Na tréplica, Dilma ressalta o processo de cadastramento nacional das pessoas delituosas, e afirma que pedirá a justiça que também integre o processo. A petista enaltece a criação da Força Nacional, que teria, segundo ela, o papel antes empregado pelo exército: de combater crises localizadas.


Dilma ainda fala do polêmico avião não-tripulado de monitoramento do tráfico.
Este fio o fim do primeiro bloco. Lembrando que o debate, por lei eleitoral, deve terminar no máximo à meia-noite (horário de Brasília).

Jornal Midiamax