O Exército israelense atacou a Síria nessa sexta-feira (10), um dia depois de um drone cair sobre uma escola no sul de Israel e de ter interceptado mísseis que se dirigiam a seu território.

“Nossos inimigos estão tentando nos dispersar de nossa missão central em Gaza”, disse nesta sexta-feira pela noite o principal porta-voz do Exército israelense, Daniel Hagari.

“Ontem tivemos que operar em Líbano, Síria, Judeia e Samaria [nome bíblico da Cisjordânia], Gaza e o setor do Mar Vermelho”, acrescentou.

Na quinta-feira, um drone caiu sobre uma escola de Eilat, às margens do Mar Vermelho, sem deixar feridos.

Em resposta, o Exército israelense “atacou a organização que realizou o ataque” a partir da Síria, disse Hagari na rede social X (antigo Twitter), sem especificar o nome do grupo.

Israel “responsabiliza o regime sírio por qualquer ato terrorista que venha de seu território”, advertiu.