Rússia continua a enviar soldados para fronteira com a Ucrânia, afirma Blinken

Segundo ele, a Rússia busca criar um contexto de "falsas provocações", a fim de responder com uma invasão ao vizinho
| 18/02/2022
- 15:17
Rússia continua a enviar soldados para fronteira com a Ucrânia, afirma Blinken
Foto: Reprodução

O secretário de Estado americano, Antony Blinken, afirmou nesta sexta-feira que a Rússia continua a enviar reforços militares para a fronteira com a Ucrânia, mesmo após Moscou ter anunciado retiradas parciais de soldados da região. Segundo ele, a Rússia busca criar um contexto de "falsas provocações", a fim de responder com uma invasão ao vizinho.

Blinken falou durante a Conferência de Segurança de Munique, em evento presencial durante painel ao lado da ministra das Relações Exteriores da Alemanha, Annalena Baerbock. Ele disse que os desejam uma solução diplomática. "Mas tudo que temos visto nas últimas 24 a 48 horas é parte de um cenário em andamento de criar falsas provocações e então ter de responder a essas provocações e no fim das contas cometer nova agressão contra a Ucrânia", afirmou.

Segundo a autoridade americana, os EUA e seus aliados, como a Alemanha, seguem prontos a se envolver na frente diplomática. "Os fatos", porém, não caminham nesse sentido, com a Rússia enviando mais força militar para a área. Blinken disse que os EUA estarão "prontos para responder", seja qual for a rota escolhida pelo presidente russo, Vladimir Putin.

Veja também

A organização afirma que três mil casos da varíola já foram registrados desde maio

Últimas notícias