Mundo

Primeiro-ministro do Sudão anuncia renúncia em meio a impasse político

Renúncia ocorreu em meio a impasse político e protestos generalizados a favor da democracia após golpe militar

Agência Estado Publicado em 03/01/2022, às 07h45

None
Reprodução

O primeiro-ministro do Sudão, Abdalla Hamdok, anunciou sua renúncia neste domingo (2) em meio a um impasse político e protestos generalizados a favor da democracia após um golpe militar que atrapalhou a frágil transição do país para um regime democrático.

Hamdok, um ex-oficial da ONU visto como a face civil do governo de transição do Sudão, foi reintegrado como primeiro-ministro em novembro como parte de um acordo com os militares após o golpe de outubro. Naquela época, ele falhou em nomear um Gabinete e sua renúncia joga o Sudão em incertezas políticas.

Em um discurso nacional televisionado, Hamdok pediu um diálogo para chegar a um acordo sobre uma "carta nacional" e "traçar um roteiro" para completar a transição para a democracia de acordo com o documento constitucional de 2019 que rege o período de transição. Fonte: Associated Press.

Jornal Midiamax