Mundo

Tiroteio em Moscou deixa ao menos dois mortos e quatro feridos

Homem atirou depois de se recusar a usar máscara que é obrigatória devido à pandemia

Maria Eduarda Fernandes Publicado em 08/12/2021, às 13h45

O centro administrativo em questão se encontra no distrito de Ryazansky, ao sudeste de Moscou
O centro administrativo em questão se encontra no distrito de Ryazansky, ao sudeste de Moscou - Divulgação

Em um centro administrativo de Moscou, um homem deu início a um tiroteio na tarde desta terça-feira (7), matando ao menos duas pessoas e ferindo outras três por volta das 15h. Quem fez o comunicado oficial foi o próprio prefeito da capital russa.

"Aconteceu uma tragédia. Após um tiroteio iniciado por uma pessoa não identificada, duas pessoas morreram e três ficaram feridas. O assassino foi detido", escreveu o prefeito Serguei Sobianin em uma rede social.

Fontes policiais suspeitam que o homem atirou após se recusar a colocar máscara obrigatória em todos os prédios públicos da Rússia, devido à pandemia da Covid-19. Embora as autoridades tenham aberto uma investigação, ainda não informaram as motivações do agressor.

Os disparos atingiram um agente de segurança e um funcionário. Infelizmente os tiroteios, estão acontecendo com mais frequência na capital.

Jornal Midiamax