Mundo

Tensão: Confronto entre militares e guerrilheiros deixa um morto no Paraguai

A vítima foi identificada como Alejandro Antonio Ramos Ramirez, filho do líder do autodenominado Exército Mariscal Lopez

Marcos Morandi Publicado em 02/08/2021, às 06h42

Clima continua tenso entre tropas do Exército do Paraguai e grupos guerrilheiros
Clima continua tenso entre tropas do Exército do Paraguai e grupos guerrilheiros - Reprodução/FTC

Autoridades paraguaias confirmaram, na noite deste domingo (1), que pelo menos uma pessoa morreu em confronto entre soldados da  FTC (Força Tarefa Conjunta) e membros de um dos grupos guerrilheiros que têm fortes influências em cidades do interior do país.

O confronto ocorreu a cerca de 160 quilômetros de Pedro Juan Caballero, na cidade de Ybyraty, nas proximidades de Horqueta, e já está sendo encarado como uma espécie de ofensiva das forças militares após o ataque da última quinta-feira (29).

A vítima foi identificada como Alejandro Antonio Ramos Ramirez, filho do líder do autodenominado Exército Mariscal Lopez, Alejandro Ramos. Um dos guerrilheiros teria sido preso pelos homens da FTC e será levado para Assunção.

De acordo com informações até agora apuradas, as buscas aos guerrilheiros e os confrontos continuam e a situação é tensa na região. Nesta segunda-feira, o Governo paraguaio deve fazer um comunicado sobre o ocorrido.

Jornal Midiamax