Mundo

Secretário da ONU chama disparidade mundial na vacinação contra a Covid-19 de obscenidade

Em seu discurso na 76ª Assembleia-Geral da ONU, secretário ressaltou que mundo vive um dos momentos mais preocupantes

Renata Barros Publicado em 21/09/2021, às 11h49

Secretário-geral tenta alertar líderes mundiais
Secretário-geral tenta alertar líderes mundiais - Foto: Reprodução

O secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas), António Guterres, chamou nesta terça-feira (21), em seu discurso na 76ª Assembleia-Geral da organização, de obscenidade a disparidade nos índices de vacinação contra a Covid-19 entre países ricos e em desenvolvimento.

"Isso é uma acusação moral contra o estado de nosso mundo, é uma obscenidade. De um lado, vimos vacinas desenvolvidas em tempo recorde, e de outro, vimos esse triunfo anulado pela tragédia da falta de vontade política, pelo egoísmo e pela desconfiança", disse Guterres.

Segundo o secretário enquanto a “maioria do mundo rico” já se vacinou contra a doença, “mais de 90% dos africanos estão ainda esperando a primeira dose”.

Bolsonaro realizou discurso de abertura da assembleia

Guterres ainda alertou que o planeta "nunca esteve tão ameaçado" e se encontra "na beira de um abismo", enquanto caminha "na direção errada”.

As demais crises como o aquecimento global, conflitos no Afeganistão e onda de negacionismo também foram citadas como fatores preocupantes pelo secretário.

Jornal Midiamax