Mundo

Polícia prende pais de adolescente acusado de matar estudantes em escola dos EUA

Agência Estado Publicado em 04/12/2021, às 12h30

None

Os pais do adolescente Ethan Crumbley foram presos no início do sábado, 4, horas após um promotor apresentar acusações de homicídio culposo contra eles, conforme o gabinete do xerife. O jovem é acusado de matar quatro estudantes ao promover um tiroteio em uma escola de ensino médio de Michigan, EUA.

James e Jennifer Crumbley foram capturados em Detroit, segundo o subdiretor do condado de Oakland, Michael McCabe. Um veículo ligado ao casal foi localizado por um empresário na cidade na última sexta-feira, 3. As autoridades estavam procurando o casal

O advogado dos Crumbley, Shannon Smith, informou que eles não estavam fugindo e haviam deixado a cidade no início da semana "para sua própria segurança". "Eles estão voltando à área para serem processados", disse Smith à Associated Press.

O ataque a tiros ocorreu em Oxford, pequeno povoado 65 km ao norte de Detroit. A polícia informou ter recebido mais de cem telefonemas ao serviço de emergência 911 pouco após o meio-dia, e que o atirador fez entre 15 e 20 disparos durante cinco minutos com uma pistola semiautomática, com mais de um carregador.

Os pais do adolescente foram acusados de facilitar que o menino tivesse fácil acesso à arma e não contribuíram posteriormente com as investigações. James comprou a pistola semiautomática usada pelo seu filho, uma Sig Sauer de nove milímetros, quatro dias antes da tragédia, no dia de Black Friday depois do feriado de Ação de Graças.

No dia do tiroteio, os Crumbleys foram chamados à escola devido a um bilhete preocupante de Ethan, em que havia o desenho de uma arma semiautomática. Os pais compareceram á escola, mas se recusaram a retirar Ethan das aulas aquele dia. A promotora destacou que os pais não olharam a mochila do menino para verificar se havia arma.

Jornal Midiamax