Mundo

Para conseguir exame para a filha com câncer, mãe se acorrenta em frente a hospital no Paraguai

A medida tem o objetivo de chamar a atenção da Justiça de Assunção

Marcos Morandi Publicado em 22/04/2021, às 10h39

Mãe está acorrentadas desde a noite desta quarta-feira
Mãe está acorrentadas desde a noite desta quarta-feira - ABC Color

Desesperada em socorrer a filha adolescente de 17 anos, diagnosticada com câncer, uma mãe decidiu se acorrentar, na noite desta quarta-feira (21), em uma pilastra de metal localizada em frente ao IPS (Instituto de Seguridade Social) de Assunção, no Paraguai. A medida tem o objetivo de chamar a atenção da Justiça para que autorize a realização de um exame.

A família do paciente é de Ybycuí e está instalada em uma pensão há um mês, segundo informações do ABC Color. “Minha filha vai sair daqui com saúde. Precisamos do pedido e da amostra. Foi-nos negado um estudo há três dias ", disse a mãe.

O irmão da jovem comentou que as despesas com a realização do novo estudo clínico seriam custeadas inclusive pela família. No entanto, afirmou que o médico assistente, Alfredo Quiroz, se recusa a conceder a ordem de análise.

Jornal Midiamax