Mundo

Incêndio em centro de detenção mata pelo menos seis adolescentes no Egito

Há ainda dezenas de feridos, segundo a imprensa local

Carlos Yukio Publicado em 04/06/2021, às 12h40

(Reprodução, Twitter)
(Reprodução, Twitter)

Um incêndio num centro de detenção juvenil, no Egito, matou pelo menos seis adolescentes e feriu quase duas dezenas, anunciaram as autoridades. O incêndio começou na quinta-feira (3) nas instalações do distrito de Al-Marg, na capital do país, Cairo, e as vítimas são todas do sexo feminino.

O responsável pelas instalações, que abriga cerca de 200 meninas com idades entre os 14 e os 17 anos, foi detido enquanto o incêndio está sendo investigado. Masrawy, um portal de notícias árabe-egípcio, informa que o incêndio se limitou a uma ala das instalações. Segundo a agência, caminhões de bombeiros e ambulâncias foram enviados ao local, onde o incêndio foi controlado por funcionários da defesa civil.

Não ficou claro, no entanto, o que causou o incêndio, mas uma investigação preliminar apontou a origem para um curto-circuito, segundo os meios de comunicação locais, citados pela BBC. O incêndio teria ocorrido após uma discussão entre duas das jovens dentro do centro, adiantaram as autoridades egípcias à Associated Press.

Jornal Midiamax