Mundo

Brasileira é sequestrada e estuprada por coiotes na fronteira dos EUA com o México

Jessiane foi localizada desacordada por um fazendeiro

Maria Eduarda Fernandes Publicado em 30/12/2021, às 15h00

A jovem está hospitalizada desde o dia 5 de dezembro
A jovem está hospitalizada desde o dia 5 de dezembro - Divulgação

A brasileira Jessiane Gonçalves Schneider de 24 anos foi vítima de violência nos EUA. Além de sequestrada, a jovem foi amordaçada e agredida por coiotes na fronteira do México com os EUA. Coiote é o nome dado aos "agentes" que cobram para atravessar emigrantes, principalmente nos EUA. Jessica está hospitalizada desde 5 de dezembro.

Segundo apurado pelo site Uol, Jessiane tentava entrar ilegalmente para o país norte-americano pela fronteira do México, quando foi encontrada desacordada por um fazendeiro morador da região. Nas redes sociais, a irmã da vítima lamentou o episódio e disse que os responsáveis pelo crime pensaram que Jessica estava morta.

"Eles achavam que a tinham matado, pois estava amordaçada e com tiras em volta do pescoço" disse ela. Ela explica também que a motivação do crime foi porque Jessiane não tinha mais recursos para enviar aos traficantes, por isso os coiotes entregaram a mulher para o serviço de imigração no Texas. 

A família organizou uma vaquinha virtual para financiar o tratamento da vítima. E também porque segundo a irmã, o hospital está exigindo que sua mãe que mora no Brasil, vá até o local. As despesas vão ficar por conta do esposo de Jessiane que está somente há três meses nos EUA.

Jornal Midiamax