Mundo

Asteroide potencialmente perigoso é detectado pela Nasa

A Nasa (Agência Espacial Americana) divulgou nesta sexta-feira (8) um possível encontro da Terra com o asteroide. A data prevista é para o dia 6 de maio de 2022 e o corpo rochoso possui 130 metros e uma força de mais de 250 mil toneladas. Classificado como “potencialmente perigoso” o asteroide é conhecido como 2009 […]

Carolina Rocha Publicado em 08/01/2021, às 16h32 - Atualizado às 17h26

O asteroide foi classificado como potencialmente perigoso pela distância em relação à Terra (Imagem:Ilustrativa/Pixabay)
O asteroide foi classificado como potencialmente perigoso pela distância em relação à Terra (Imagem:Ilustrativa/Pixabay) - O asteroide foi classificado como potencialmente perigoso pela distância em relação à Terra (Imagem:Ilustrativa/Pixabay)

A Nasa (Agência Espacial Americana) divulgou nesta sexta-feira (8) um possível encontro da Terra com o asteroide. A data prevista é para o dia 6 de maio de 2022 e o corpo rochoso possui 130 metros e uma força de mais de 250 mil toneladas.

Classificado como “potencialmente perigoso” o asteroide é conhecido como 2009 JF1 e o que se sabe dele foi estudado pela Nasa. A agência é responsável por detectar e acompanhar a trajetória de novos corpos celestes, identificando seu grau de risco para o planeta. O nome do corpo rochoso foi dado, pois este foi detectado no ano de 2009.

Mesmo com a classificação que chama atenção e causa preocupação, não há razão para isso. As suposições do asteroide atingir a terra é de apenas 0,026% ou simplesmente uma em 3.800 segundos, segundo a Nasa.

Jornal Midiamax