Mundo

TVs interrompem fala de Trump ao vivo para alertar sobre mentiras nas eleições dos EUA

Durante o pronunciamento feito na noite de hoje pelo presidente Donald Trump, candidato à reeleição, as emissoras dos Estados Unidos alertaram para a falta de embasamento nas acusações feitas pelo republicano. Trump afirmou que as eleições sofrem fraudes, embora não tenha apresentado provas. As transmissões das emissoras tradicionais ABC, NBC e MSNBC tiveram jornalistas entrando...

Da Redação Publicado em 06/11/2020, às 10h55

(Foto: Reprodução/ Tom Brenner - Reuters)
(Foto: Reprodução/ Tom Brenner - Reuters) - (Foto: Reprodução/ Tom Brenner - Reuters)

Durante o pronunciamento feito na noite de hoje pelo presidente Donald Trump, candidato à reeleição, as emissoras dos Estados Unidos alertaram para a falta de embasamento nas acusações feitas pelo republicano. Trump afirmou que as eleições sofrem fraudes, embora não tenha apresentado provas.

As transmissões das emissoras tradicionais ABC, NBC e MSNBC tiveram jornalistas entrando no ar enquanto Trump ainda falava para alertar que o presidente realizava afirmações falsas.

Na NBC, o âncora Lester Holt fez a checagem de fatos, ao vivo, enquanto Trump se pronunciava. Ele entrou no ar para alertar o público sobre o pronunciamento com acusações falsas sobre fraude.

Precisamos interromper aqui porque o presidente Trump enumerou uma série de alegações falsas sobre fraude nas eleições. Não há evidência de qualquer indício de fraude e nem mesmo sua campanha conseguiu provar isso (Lester Holt, âncora da NBC)

A MSNBC também interrompeu a fala, durante a transmissão, para que os apresentadores Brian Williams e Ari Melber classificassem como falsas as alegações do presidente.

Estamos aqui novamente na posição inusitada de não apenas interromper o presidente dos Estados Unidos, mas corrigir o presidente dos Estados Unidos. Ari Melber, você como nosso correspondente de judiciário, por favor. Não há votos ilegais que saibamos, não há vitória de Trump que nós saibamos

(Brian Williams, âncora da MSNBC)

Ari Melber, em resposta, afirmou que as cédulas reconhecidas legalmente mostram justamente o contrário e que a apuração ainda corre nos estados.

Trump diz que ‘de acordo com votos legais, ele acredita ter sido eleito’. Isso é falso. Os votos legais, se quiser chamar assim, mostram o contrário.

(Ari Melber, âncora e correspondente de judiciário da MSNBC)

A ABC também teve uma apresentadora falando por cima do pronunciamento de Trump, alertando sobre ele ter declarado vitória em estados em que resultados “não foram oficialmente validados”.

Jornal Midiamax