Mundo

Trump diz monitorar avanço do coronavírus na América Latina

Mesmo sabendo do avanço do novo coronavírus nas cidades norte-americanas, o presidente Donald Trump afirmou que “acompanha de perto” o aumento dos casos da doença na América Latina. Outra questão que segue analisando de perto é a situação da fronteira com o México e busca maneiras de conter a disseminação do vírus. As declarações foram […]

Vinícius Costa Publicado em 28/07/2020, às 14h05

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. (Imagem: Divulgação)
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. (Imagem: Divulgação) - Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. (Imagem: Divulgação)

Mesmo sabendo do avanço do novo coronavírus nas cidades norte-americanas, o presidente Donald Trump afirmou que “acompanha de perto” o aumento dos casos da doença na América Latina. Outra questão que segue analisando de perto é a situação da fronteira com o México e busca maneiras de conter a disseminação do vírus.

As declarações foram feitas na segunda-feira (27) enquanto esteve fazendo uma visita a um centro de pesquisas no estado da Carolina do Norte. Na região estão sendo produzidas componentes para a vacina que está sendo desenvolvida pela empresa farmacêutica Novavax.

“Meu governo está acompanhando de perto o número crescente de casos na América Latina, que agora é, de longe, a região do mundo onde foram relatadas mais casos ativos”, disse Trump.

O presidente declarou também que o número de casos na América Latina pode ser bem maior do que o relatado pelas autoridades sanitárias devido à escassez de testes. “Devido à escassez de testes na América Latina, é possível que o número de casos tenha sido dramaticamente subestimado. E pode ser que isso seja possível em todo o mundo”.

Jornal Midiamax