Mundo

Populares matam ‘Demônio, o crocodilo de 500 quilos que vivia na Indonésia

Um crocodilo de meia tonelada foi morto na semana passada após diversos casos de ataques envolvendo o animal. O réptil, que pelo tamanho parece ter sido retirado de um filme, vivia na Indonésia, possuía 4 metros e precisou ser carregado por uma máquina de obras. Conforme publicado no portal UOL, moradores da região onde o […]

Gabriel Neves Publicado em 12/08/2020, às 15h10 - Atualizado às 15h11

Os moradores da região decapitaram o animal. (Foto: ViralPress/Via The Sun)
Os moradores da região decapitaram o animal. (Foto: ViralPress/Via The Sun) - Os moradores da região decapitaram o animal. (Foto: ViralPress/Via The Sun)

Um crocodilo de meia tonelada foi morto na semana passada após diversos casos de ataques envolvendo o animal. O réptil, que pelo tamanho parece ter sido retirado de um filme, vivia na Indonésia, possuía 4 metros e precisou ser carregado por uma máquina de obras.

Conforme publicado no portal UOL, moradores da região onde o crocodilo vivia o chamavam de “Demônio” e acreditavam que o local era assombrado pelo gigantesco animal.

Aldeões da região utilizaram lâminas afiadas para capturar o crocodilo, o animal foi colocado em um cativeiro, onde acabou morrendo de exaustão dois dias após a captura.

No transporte do corpo, as pessoas tiveram que utilizar uma retroescavadeira, levando em consideração o peso do ‘Demônio”. Os moradores locais exigiram que cabeça do anima fosse arranca, para garantir que ele não voltasse da morte para assombrar os moradores.

Segundo o UOL, a agência de conservação de recursos locais revelou ao Daily Mail que as autoridades tentaram convencer os líderes locais a levar o animal para um local seguro, mas os moradores solicitaram que o crocodilo continuasse na região por motivos de crença.

Antes do enterro, autoridades realizam uma análise do do crocodilo, além da idade, 50 anos, eles descobriram que o réptil não possuía dentes.

Após a analise os moradores realizaram um ritual, decapitaram a cabeça e enterraram o corpo do “Demônio”. Corpo e cabeça foram enterrados em locais separados.

Jornal Midiamax